A inteligência artificial e a 5G são os melhores avanços tecnológicos para os negócios

Você gostaria de escrever e publicar no Âmbito Jurídico? Clique aqui para se cadastrar.

Captura de tela 2022 02 15 164519

Há tantas tecnologias disponíveis hoje que, à primeira vista, é difícil decidir qual delas é mais notável do que a outra. Portanto, neste artigo, mencionaremos duas das tecnologias que recentemente provaram dar muitos resultados favoráveis.

A inteligência artificial é a tendência mais popular dos últimos anos

Uma das grandes tendências previstas para este ano é a inteligência artificial. Isto tem sido considerado por 21% dos especialistas em diferentes áreas como um processo que permite a realização de atividades, independentemente de sua complexidade, de uma maneira muito mais simples e rápida.

 

Graças a tecnologias baseadas em inteligência artificial, como https://planner5d.com/pt, é possível alcançar um grande número de resultados que anteriormente teriam sido muito mais difíceis de criar e cujo resultado foi o desejado pela primeira vez.

 

Com a inteligência artificial podemos simplificar muitos aspectos do trabalho, mas esta tecnologia não é apenas dedicada à área de trabalho, pois sendo tão multifuncional, é possível integrar facilmente áreas como estudo ou entretenimento.

A tecnologia 5G precisa ser implementada nas empresas

Como descrito no site https://www.tecmundo.com.br/, a transformação digital dos negócios é uma realidade que vem aumentando nos últimos anos, anos que forçaram a integração digital de todos os setores a fim de permanecer no negócio.

 

Este tipo de transformação tem levado sociedades, governos e obviamente também empresas a integrar todos os tipos de tecnologias para ajudá-las a melhorar seu desempenho geral. Assim, a tecnologia 5G é considerada uma das tecnologias mais importantes para se integrar mais fortemente, especialmente no setor empresarial, que deve se reinventar mais do que outros setores para se manter conectado com seus clientes, trabalhadores e fornecedores de uma forma muito mais segura e, assim, ser capaz de lidar melhor com as questões atuais.

 

Embora a tecnologia 5G esteja classificada como uma das mais importantes tecnologias de ponta hoje para manter melhor conectividade, comunicação e alcance. Há ainda muitos gerentes seniores em diferentes áreas que não se consideram capazes de integrar esta tecnologia em suas instalações.

O investimento em tecnologia é a melhor otimização para os negócios

É da maior importância para uma empresa investir em processos e dispositivos que lhe sejam benéficos. Por esta razão, a plataforma de notícias https://economia.estadao.com.br/ explica por que as empresas hoje em dia deveriam prestar muito mais atenção e renda para melhorar suas áreas e ferramentas tecnológicas.

 

Isto é conhecido de uma pesquisa realizada pelo Sebrae e pela Fundação Getulio Vargas, que mostrou que 70% das pequenas e médias empresas brasileiras conseguiram alcançar melhores resultados após passarem pelo processo de digitalização.

 

Além disso, esta digitalização comercial não é algo temporário, portanto, deve ser levada a sério por todos os tipos de empresas. Porque hoje em dia é extremamente importante estar atento a todas as tendências em tecnologia, pois estas serão as que marcarão um antes e um depois em seu desenvolvimento comercial.

Você gostaria de escrever e publicar no Âmbito Jurídico? Clique aqui para se cadastrar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

LEITURAS RECOMENDADAS

Dicas para fazer uma boa gestão de contratos

Você gostaria de escrever e publicar no Âmbito Jurídico? Clique aqui para se cadastrar. A gestão de contratos é o processo de gerenciamento que envolve a execução e a análise de contratos, a fim de maximizar o desempenho operacional e

Background check pode diminuir golpes do PIX

Banco Central estuda responsabilizar instituições financeiras e medida reforça necessidade da checagem de antecedentes Você gostaria de escrever e publicar no Âmbito Jurídico? Clique aqui para se cadastrar. Na terça-feira (31/05), o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, declarou