Funcionários de lotéricas poderão ser incluídos nos grupos prioritários para vacinação

0

Marcelo Queiroga, ministro da Saúde, divulgou recentemente as novas diretrizes para o plano nacional de vacinação contra o coronavírus. E o presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, afirmou que irá trabalhar para que os colaboradores das lotéricas sejam incluídos nos novos grupos prioritários. Essa medida vai de encontro com a norma que prevê que os trabalhadores de banco e das agências de Correios de todo o Brasil terão prioridade no processo de imunização. Contudo, Queiroga não chegou a dizer a quantidade de pessoas que seriam beneficiadas com essa nova norma.
De acordo com Queiroga, o pedido foi realizado pelas categorias citadas há pouco mais de 20 dias e acabou sendo prontamente acatado pelo Programa Nacional de Imunizações (PNI). Ele também disse que um comunicado técnico será liberado para detalhar quem são aqueles que terão o acesso prioritário aos imunizantes. “Hoje nós tivemos uma posição definitiva do Programa Nacional de Imunizações para que os servidores dos bancos e dos Correios e telégrafos fossem incluídos no rol de prioridades,” afirmou Queiroga durante uma coletiva de imprensa no Palácio do Planalto.
Enquanto isso, Fausto Ribeiro, o presidente do Banco do Brasil, apontou que há aproximadamente meio milhão de bancários no país. E de acordo com ele, cerca de 50% desse total está em home office, e da metade restante, 150 mil ainda não foram vacinados. “Nós estamos falando de mais de meio milhão de bancários que terão acesso antecipado ao processo de imunização, 50% estão em home office. O restante, estamos falando em torno de 250 mil bancários, nós temos ainda a vacina 153 mil pessoas”, disse Ribeiro.

Loterias da Caixa de olho no esporte

Outra novidade relacionada às Loterias da Caixa que foi divulgada recentemente é que a entidade irá patrocinar a Confederação Brasileira de Skate (CBSk). O acordo entre elas terá a duração de um ano, e inclui as associações e federações vinculadas à CBSk, assim como os torneios de todas as categorias do skate.
Segundo Eduardo Musa, Presidente da CBSk, “Nos orgulha muito fazer parte do grupo de entidades esportivas que conta com o patrocínio das Loterias Caixa. E o histórico com as outras entidades é bastante longo”. O mandatário ainda acrescentou que, apesar do acordo ser de apenas um ano, ele acredita que, junto com as associações e federações, tem a capacidade de cumprir o trabalho que é esperado e alcançar a extensão da parceria.
Esse é um ano especial para o skate em todo o mundo, já que a modalidade esportiva foi incluída nos Jogos Olímpicos de Tóquio. Dessa forma, a modalidade deve atrair novos olhares para as Olimpíadas, sendo o skate mais um a fazer parte do hall de práticas esportivas cobertas nas casas de apostas, algumas delas listadas no confiavel.com, que compila as informações de diversos tipos diferentes de serviços online, ajudando os usuários a não caírem em uma cilada. Em relação aos Jogos Olímpicos, espera-se que o Brasil conquiste algumas medalhas no skate, já que alguns grandes nomes do esporte representam o país, como Kelvin Hoefler, Giovanni Vianna, Pâmela Rosa, Rayssa Leal, Isadora Pacheco e Pedro Quintas.
Já o acordo entre a CBSk e as loterias da Caixa entrou para a história como o maior patrocínio ao skate no Brasil. Segundo a Caixa, o valor repassado será de R$ 6,43 milhões. Esse tipo de suporte é um incentivo e tanto para o esporte, já que o skate é a segunda modalidade mais praticada entre os jovens de 8 a 18 anos, que com o incentivo certo podem ser a próxima geração olímpica. Ademais, o acordo irá contribuir para ações sociais envolvendo mais de 3,2 mil atletas, três associações e 11 federações.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.