Medei está entre as cinco soluções inovadoras em RH durante pandemia

0

Sebrae nacional selecionou a startup, que é investida do BMG UpTech, para a lista de ferramentas que podem apoiar os pequenos negócios nesse período.

Em meio à pandemia do novo Coronavírus e a necessidade da implantação da quarentena em todo o mundo, os principais esforços dos países têm sido o controle da propagação da doença e, ao mesmo tempo, a redução dos impactos econômicos. No Brasil, o Sebrae, que apoia as micros e pequenas empresas, selecionou cinco soluções na área de Recursos Humanos que podem ajudar esses negócios a atravessar o período difícil. Uma das startups investidas do BMG UpTech, a Medei é uma delas.

Sediada em São Caetano do Sul (SP), a HRTech é a única ferramenta, no Brasil, focada no desenvolvimento de tecnologia relacionada ao processo de desligamento e pós-desligamento dos colaboradores. Trabalha com workflow, gestão de documentos e comunicação e, especialmente, com a realização das homologações da rescisão contratual por meio de videoconferência, com documentação salva na nuvem, tendo abrangência nacional. A startup planejava ampliar o atendimento para empresas de pequeno e médio porte no segundo semestre de 2020, mas antecipou os projetos para que pudesse dar uma maior contribuição a esses empreendedores.

A sócia-fundadora da plataforma, Fernanda Medei, observa que os pequenos enfrentam, atualmente, grandes desafios e precisam estar ainda mais preparados para fazer a gestão de pessoas, inovar e buscar novas formas para reduzir custos e ganhar eficiência. “Nós fazemos a conexão via videoconferência com o funcionário que foi desligado, na localidade onde ele reside. Mostramos toda documentação, todos os descontos, pagamentos, falamos quais são os próximos passos para ele. O processo de desligamento se torna mais rápido, transparente e seguro”, explica.

Ela reforça que a Medei possibilita uma relação de confiança com esse ex-funcionário que foi desligado, gerando respeito no término do relacionamento. “Somos uma startup de impacto social. Estamos encaixados no item 8.8 da ONU (Organização das Nações Unidas), porque protegemos os direitos trabalhistas. Ou seja, oferecemos informações confiáveis a esse ex-funcionário e atendemos ao pacto da ONU”, completa.

Com a inclusão das pequenas e médias empresas, a estimativa da Medei é fechar o ano com 30 mil processos de homologação, o dobro do número realizado em 2019. A startup presta serviços para grandes empresas, com mais de 500 funcionários, de diversos segmentos, como farmacêutico; indústria cosmética, química, papel e celulose; instituições financeiras. São companhias que possuem mão de obra espalhada pelo Brasil. Ao expandir o atendimento, passou a atender corporações que tenham de 50 a 500 colaboradores.

Julgamento Caso Kiss: para Promotor aposentado não houve dolo no caso da boate Kiss
Clique Aqui e Saiba Mais!
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Leia Mais Aceitar Leia mais