Pontos na CNH com a Nova Lei de Trânsito: entenda o que mudou

0

A Lei 14.071/2020, conhecida como Nova lei de Trânsito, trouxe uma série de alterações para os motoristas brasileiros e uma delas é o número de pontos permitidos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

As mudanças já estão em vigor desde o dia 13 de abril, mas, mesmo assim, muitos condutores ainda têm dúvidas sobre elas. Esse também é o seu caso?

Neste artigo, explico como ficaram os pontos na CNH com a Nova Lei de Trânsito e abordo outros pontos principais dessa Lei. Informe-se e evite multas!

Pontos na CNH com a Nova Lei de Trânsito: entenda o que mudou

A legislação de trânsito brasileira adota o Sistema de Pontos. Isso significa que, quando o condutor comete determinadas infrações, são gerados pontos em sua CNH. A quantidade de pontos depende da natureza da infração:

– Infração leve: gera 3 pontos na CNH

– Infração média: gera 4 pontos na CNH

– Infração grave: gera 5 pontos na CNH

– Infração gravíssima: gera 7 pontos na CNH

Os pontos se acumulam na CNH por um período de 12 meses e, depois disso, expiram. Tudo isso permanece igual na Nova Lei. O que muda é o limite de pontos permitidos, que deixa de ser fixo, como era, e passa a depender de um outro fator.

Esse fator é a quantidade de infrações gravíssimas que foram cometidas pelo motorista nos últimos 12 meses. Dessa forma, os novos limites são de:

– 40 pontos para o condutor que não cometeu nenhuma infração gravíssima;

– 30 pontos para o condutor que cometeu uma única infração gravíssima;

– 20 pontos para o condutor que cometeu duas ou mais infrações gravíssimas.

O que acontece quando o condutor ultrapassa esses limites? Nesses casos, como você verá adiante, está prevista a suspensão do direito de dirigir.

Exerço Atividade Remunerada com meu veículo, o que a lei me diz?

Algumas das atividades que mais cresceram nos últimos anos incluem o uso do veículo, como motoristas de aplicativos ou deliverys, por exemplo. Essas e outras profissões demandam que o motorista inclua o Exerce Atividade Remunerada em sua CNH.

Para esses condutores, ou seja, condutores que exercem atividade remunerada com o veículo e que têm o EAR constante no documento de habilitação, o limite não depende do número de infrações gravíssimas cometidas.

Nesses casos, o limite é fixo e é de 20 pontos. O que não muda, seja você um condutor que exerce atividade remunerada ou não, é o que fazer, caso tenha o seu direito de dirigir suspenso. Confira a seguir.

Tive a CNH suspensa, o que fazer?

O motorista brasileiro tem o direito de recorrer de multas e outras penalidades, como a suspensão da CNH. Por isso mesmo, se você teve sua CNH suspensa, só será obrigado a entregar o documento depois de esgotadas todas as chances de defesa.

Para recorrer, o processo pode acontecer em três etapas: a defesa prévia, o recurso em primeira instância (caso a defesa prévia seja negada) e o recurso em terceira instância (caso o recurso em primeira seja indeferido).

Para elaborar um bom recurso, é fundamental:

– Respeitar todos os prazos informados nas notificações que chegam ao seu endereço;

– Evitar usar argumentos subjetivos na sua defesa;

– Contar com a orientação de profissionais especializados em trânsito.

Caso o seu recurso seja negado em todas as instâncias ou se, por algum motivo, você decidir não exercer o seu direito de recorrer, serão necessários alguns passos para recuperar a CNH e poder dirigir novamente.

Como recuperar uma CNH suspensa?

De acordo com o art. 265 do CTB, a suspensão da CNH acontece em duas situações, sendo elas:

  1. Pelo acúmulo de pontos
  2. Pelo cometimento de uma infração autossuspensiva

Você já viu que tem o direito de recorrer e quais são as etapas nesse processo. No entanto, se sua defesa for negada em todas as instâncias ou se você não exerceu o seu direito de recorrer, terá que:

– Respeitar todo o prazo de suspensão

– Realizar o pagamento de multas e pendências (se houver)

– Passar pelo Curso de Reciclagem

– Realizar a avaliação final depois de cumpridas as 30h/aula do Curso

Depois dessas quatro etapas, o condutor recupera o seu direito de dirigir e estará apto a conduzir veículos automotores novamente.

Não fique sem dirigir!

Como você viu, o limite de pontos na CNH com a Nova Lei de Trânsito mudou. Mas, para evitar a suspensão da CNH, é importante respeitar as normas de trânsito e não cometer infrações, principalmente as gravíssimas.

Foi autuado e vai exercer o seu direito de recorrer? Conte com a nossa equipe de especialistas!

Julgamento Caso Kiss: para Promotor aposentado não houve dolo no caso da boate Kiss
Clique Aqui e Saiba Mais!
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Leia Mais Aceitar Leia mais