Feceagro debate formas de incentivo aos agricultores familiares

MPT-RN recebe periodicamente as reuniões do Fórum, pioneiro no combate aos impactos dos agrotóxicos na sociedade

Natal (RN), 19/09/2019 – O Fórum Estadual de Combate aos Efeitos dos Agrotóxicos na Saúde do Trabalhador, no Meio Ambiente e na Sociedade (Feceagro-RN) se reuniu nesta segunda-feira (16), na sede da Procuradoria do Trabalho da 21ª Região, e tratou sobre mecanismos de valorização da agricultura familiar, como forma de diminuição dos efeitos negativos dos agrotóxicos no meio ambiente e na saúde da população.

Esse conteúdo ajudou você? Está precisando comprar um livro?  Clique AQUI e vá direto para Livraria do Âmbito Jurídico!

Estiveram representados, entre outros órgãos, o Centro de Referência em Saúde do Trabalhador (CEREST), a Vigilância Sanitária, a Associação dos Supermercados do Rio Grande do Norte (Assurn), o Instituto de Defesa e Inspeção Agropecuária do Rio Grande do Norte (IDIARN) e o poder Legislativo, com representantes dos mandatos da deputada estadual Isolda Dantas e da deputada federal Natália Bonavides.

A nutricionista Maria Célia Barbosa Farias, coordenadora do Feceagro-RN, relatou que o uso de agrotóxicos vem sendo intensificado seguidamente no Brasil, causando a contaminação não apenas de alimentos, mas também da água e do ar. Ela falou sobre a relevância do constante monitoramento, de modo a colocar o Rio Grande do Norte em sintonia com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da Organização das Nações Unidas (ONU).

Magno Gustavo, consultor de associativismo e cooperativismo do Sebrae-RN, apresentou um aplicativo desenvolvido em parceria com a Central de Abastecimento de Agricultura Familiar e Economia Solidária (Cecafes-RN). A ferramenta, pioneira no Brasil, é voltada para a negociação direta entre os produtores e os consumidores, reduzindo a intervenção dos atravessadores e aumentando as alternativas de negócios.

Com o uso da câmera do celular para a leitura de um código QR, é possível identificar detalhes sobre a composição e a produção dos alimentos, valorizando o trabalho da agricultura familiar.

O Ministério Público do Trabalho no Rio Grande do Norte faz parte do Feceagro desde 2009 e tem como membro, atualmente, a procuradora Regional do Trabalho Ileana Neiva.​

Assessoria de Comunicação (Tatiana Lima e Rachid Jereissati)
Ministério Público do Trabalho no RN
Fones: (84) 4006-2820 ou 2893/ 99113-8454
Instagram: @mpt.rn / Twitter: @MPTRN
E-mail: [email protected]

Esse conteúdo ajudou você? Está precisando comprar um livro?  Clique AQUI e vá direto para Livraria do Âmbito Jurídico!

Debêntures: alternativa para captação de recursos na crise

Segurança jurídica é um dos diferenciais do título; PL busca ampliar alcance da modalidade para sociedades limitadas e cooperativas Em meio à retração do...
MariaEduarda
2 min read

Direito e Deveres. Ainda é possível renegociar os contratos…

Por Anne Caroline Wendler             Diante da atual situação de pandemia, diversas relações contratuais foram impactadas, dentre elas, a relação locatícia comercial, a depender...
MariaEduarda
2 min read

“Advogando na Lei Maria da Penha” é o novo…

Os advogados e professores Evandro e Fernando Fabiani Capano, sócios da Capano, Passafaro Advogados Associados, lançam o livro “Advogando na Lei Maria da Penha”, pela Editora Dia a...
MariaEduarda
1 min read

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *