Golpe sobre “coronavoucher” rouba dados de brasileiros no WhatsApp

0

Desempregados, trabalhadores informais e mesmo aqueles com carteira registradas seguem atentos ao noticiário para acompanhar as novidades sobre a ajuda financeira prometida pelo governo para enfrentar a crise. A restrição de circulação imposta por estados e municípios eliminou a fonte financeira de vários brasileiros que agora dependem do auxílio R$ 600 aprovado no Congresso para superar o momento.

O mesmo tipo de benefício é concedido em diversos países para que as pessoas mantenham o confinamento e ajude nas campanhas de neutralização da expansão da Covid-19, vírus que afeta todos os continentes de forma avassaladora.

Acontece que os aproveitadores estão explorando o momento de tensão para aplicar golpes virtuais por meio do WhatsApp e captar dados da população.

De acordo com o que foi noticiado pelo site https://fdr.com.br/ , mensagens como essa abaixo estão circulando pelo aplicativo e são todas fake news.

“BENEFICÍO DE R$600 REAIS DO GOVERNO FEDERAL – ! Governo federal iniciou o Agendamento do Auxilio Cidadão. Que dá ajuda mensal de R$ 600 REAIS para pessoas desempregada e pessoas com baixa renda para ajuda e combater CORONAVÍRUS.

O Ministério da Cidadania já acionou a Polícia Civil para que localize a origem de tais mensagens e também os proprietários dos respectivos sites e aplicativos usados para esse golpe.

A pasta comunicou ainda que as regras para pagamento do benefício ainda não foram definidas pelo governo e que serão amplamente divulgadas na imprensa e demais canais da administração federal.

É necessário ter paciência neste momento e serenidade.

Dentre as opções estudadas pelo governo, os pagamentos podem acontecer diretamente pelos bancos federais (Caixa Econômica Federal e Banco do Brasil), nas lotéricas, nas agências dos Correios e, talvez, nos bancos particulares.

A Medida Provisória que estabelecerá os critérios e formas de pagamento deve ser divulgada em breve pelo governo federal.

O usuário do WhatsApp deve ficar atento a falsas promessas, alertar amigos e familiares e também denunciar tal informação ao aplicativo para que ele tome as medidas necessárias contra aqueles que espalham fake news na plataforma.

*Mayk Souza (MTb 49.617/SP)

Julgamento Caso Kiss: para Promotor aposentado não houve dolo no caso da boate Kiss
Clique Aqui e Saiba Mais!
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Leia Mais Aceitar Leia mais