Entenda por que manter o imposto imobiliário em dia é tão importante

0

Uma das obrigações de todos os brasileiros que possuem propriedades é arcar com o  IPTU. Tamanha é a importância de manter o imposto imobiliário em dia que, caso não seja feito, pode acarretar diversos problemas ao proprietário.

Problemas estes que variam de multas até a possíveis acusações de sonegação de impostos, onde o proprietário em questão será levado sob custódia e só poderá ser solto uma vez que a dívida seja paga.

No texto de hoje você conhece a importância de manter o imposto imobiliário em dia, além de mais informações sobre o assunto. Aproveite e boa leitura!

 

Por que declarar o IPTU?

Devemos sempre nos manter atentos para declarar o imposto de renda em sua data prevista. Ter problemas com a prefeitura é a última coisa que um proprietário de um bem residencial deseja.

E, se para um dono de casa, esta já é uma situação de extremo desagrado, imagine para os empreendedores líderes de empresas. Este é um cenário que eles evitam a todo custo, afinal, já são tantas contas a pagar que não é necessário mais uma.

O IPTU se trata de uma obrigação cidadã de todo brasileiro. É através do imposto de renda que o governo pode, na teoria, aplicar uma quantidade de verba em áreas públicas que precisam destas.

Educação, saúde, segurança, qualidade de vida, entre outras, todas possuem valores destinados a estas que são arrecadados pelo imposto de renda.

Uma vez que você deixa de declarar o imposto de renda, está cometendo uma atitude não cidadã, prejudicando não somente a você, mas a sociedade como um todo que, apesar de não estar da maneira que gostaríamos,  precisa da verba.

Por tamanho prejuízo é que a sonegação de impostos se trata de um crime tão forte em relação às leis. Seu impacto causa um efeito negativo em milhares de vidas e, até que esta dívida seja paga, você não poderá ser liberto.

 

E quando ele fica atrasado?

Para aqueles que estão com o IPTU atrasado, a probabilidade de que cheguem cada vez mais cobranças e suas dívidas aumentem exponencialmente é alta.

E, como o registro do imóvel está feito no nome do proprietário, seu nome será adicionado à lista de devedores de órgãos de cobrança, tal como o Serasa, impedindo que você possa fazer transações que não a vista.

Para evitar essa situação totalmente desconfortável, é necessário que você mantenha, todo o ano, os impostos devidamente pagos. O carnê com as parcelas chega todo o começo de ano e, caso tenha esquecido deste, será necessário procurar pela prefeitura para que você possa reaver a boa condição de seu nome.

Uma renegociação é totalmente viável, onde, para aqueles que é possível arcar, o valor à vista oferecerá um desconto generoso para os que quitarem o atraso de uma única vez.

Para as pessoas que somente podem pagar parcela por parcela, apesar da restituição do nome, ainda será necessário que está pague devidamente cada uma destas, com a devida multa aplicada em cada.

Para evitar este tipo de cenário, a única opção é que você se previna e procure pagar antecipadamente os valores do imposto de renda. Assim como no caso do atraso, para aqueles que pagarem tudo em uma única parcela, também será oferecido desconto.

 

E se eu não declarar?

Por se tratar de uma obrigação fiscal de todo o cidadão, o imposto de renda deve ser devidamente declarado. Para aqueles que não o fizerem, a pena, além da multa, pode ser a perda do bem.

Este será penhorado para que o estado consiga arrecadar o valor do imposto e suas multas adicionais. Assim, o devedor em questão perderá qualquer direito sobre o bem, que passará para outra pessoa.

Em situações mais graves, o estado fará uma investigação criminal sobre a sua pessoa e, caso seja constatado o crime de sonegação fiscal, você será preso e condenado por um período de 2 a 5 anos.

É possível que saia antes caso consiga regularizar e quitar toda a dívida neste período, benefício também concedido a aqueles que atrasam pensão. Sonegar imposto é um crime grave, que pode acabar com toda a sua vida.

Para evitar situações como esta, mantenha-se atento ao prazo de pagamento do IPTU. Por mais que arcar com esta obrigação seja algo chato para a grande maioria das pessoas, ainda é um mal necessário para que você possa dormir bem e de maneira tranquila.

 

Ajuda para pagar as contas?

Para aqueles que se enrolaram com as dívidas e no meio destas estão incluídas as obrigações fiscais, uma ótima opção é fazer um empréstimo. Com o valor contratado você pode organizar sua vida financeira e sair do vermelho.

No mercado, uma das modalidades que vem se destacando é o empréstimo com garantia de imóvel (ou também conhecido Home Equity). Ela consiste em utilizar o seu imóvel como garantia à instituição de que suas parcelas serão todas pagas. Seu crédito equivale até 60% do valor total da propriedade oferecida no acordo.

Tudo isto com a menor taxa de mercado, onde nossa variante é de 0,99% até 1,20%, valor definido sendo baseado também no bem oferecido. Tudo com total segurança e sem perguntar o motivo pelo qual você veio nos procurar.

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Leia Mais Aceitar Leia mais