A falta de aposentadoria e direitos trabalhistas e previdenciários específicos para os jogadores de futebol irrita ronaldo “fenômeno” e alimenta críticas ao sindicato

0


No mês passado, o jogador de futebol, Ronaldo “Fenômeno, criticou a atual situação dos gramados brasileiros e a falta de aposentadoria específica para os atletas de futebol, bem como a cobrança exagerada da torcida corinthiana.


Durante sua participação no FOOTECON (Fórum Internacional de Futebol), o atacante do timão, Ronaldo Luis Nazário de Lima, teceu duras críticas ao sindicato dos jogadores de futebol e a própria classe, que segundo afirmação do atleta, é muito desunida na reivindicação dos seus direitos.


O atleta mais conhecido como Ronaldo Fenômeno ou Ronaldinho, disse ainda que é necessária uma reformulação no calendário de futebol brasileiro, que acaba por desgastar os atletas.


O atleta do Corinthians ainda criticou a falta de representatividade sindical:


“Acho que o calendário prejudica muito o atleta. Eu não mudaria nada no Campeonato Brasileiro, só tentaria melhorar a escala dos jogos. Mas a culpa disso tudo, de ser assim, é muito dos jogadores. Não somos uma classe unida. Eu, particularmente, não conheço ninguém do sindicato dos jogadores de São Paulo”,


Ato contínuo, o atleta ainda citou o campo de treinamento do Parque São Jorge, à título de exemplo:“No Parque São Jorge tínhamos oito tipos de grama em um campo só. Era praticamente um estudo sobre gramas”


Segundo ele, o Brasil deveria espelhar-se na experiência de sucesso em outros países, onde os jogadores se unem em prol dos seus direitos trabalhistas e previdenciários, fazendo referência à Itália, Argentina e Espanha. “Os jogadores param o campeonato para reivindicar seus direitos e só voltam a jogar quando são atendidos”. 


Das reclamações feitas, a ausência de uma aposentadoria específica e dos baixos salários pagos aos jogadores de times pequenos, foram temas recorrentes, sendo que o atleta chegou a solicitar providências até mesmo para o ex- presidente e para o Ministro da Previdência Social.


“Tenho conversado com o presidente Lula e com o Ministro da Previdência. Perguntei por que o jogador de futebol não tem uma aposentadoria. Eles me explicaram que era pelo fato de o jogador de futebol ter uma carreira curta, com uma contribuição curta. Então a gente está encontrando soluções para que tenha uma previdência. Esse passo foi dado”.


Durante o desabafo, Ronaldo ainda deixou aberta a possibilidade de tornar-se o líder e porta-voz destes atletas, prometendo “comprar a briga”, desta classe injustiçada. Como argumento deste ponto de vista, afirmou que a fama de ricos que os jogadores de futebol possuem é superestimada, vez que apenas 3% receberiam mais de R$ 10.000,00 (dez mil reais), por mês.


Ainda no mês de agosto de 2010, este escritor já noticiava e analisava o projeto de Lei n.º 7.377/2010, que visa a concessão de aposentadoria especial para jogadores.


Obviamente é necessária a tomada de medidas que visem proteger os atletas para o futuro, bem como o fim das isenções e relativizações concedidas aos clubes de futebol, aumentando o custeio e equilibrando o sistema financeiro e atuarial do fundo previdenciário, de forma a garantir efetivamente a concessão de benefícios especiais aos atletas brasileiros, sem prejuízo aos cofres públicos. A obtenção de direitos trabalhistas próprios será uma luta difícil do sindicato da categoria, sendo que a união destes atletas conjuntamente ao desenvolvimento natural da legislação desportiva frente à proximidade da Copa das Confederações de 2013 e Copa do Mundo FIFA de 2014, fatalmente trarão novidades e a ampliação de direitos e prerrogativas a esta categoria profissional.



Informações Sobre o Autor

Guilherme Pessoa Franco de Camargo

Advogado do escritório Franco de Camargo Advogados Associados atuante nas áreas de Direito Empresarial e Eleitoral.


Você quer atrair muitos clientes para o seu escritório e ganhar mais dinheiro?
Clique AQUI e participe gratuitamente da Semana do Marketing Jurídico!
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Leia Mais Aceitar Leia mais