A importância vital da LGPD para as empresas

Você gostaria de ajuda na escrita ou revisão do seu trabalho? Clique aqui para trabalhar diretamente com os melhores.

A multa da Lei Geral de Proteção sairá caro para as empresas se for descumprida

nternet, meio de comunicação que cada vez mais aproxima as pessoas mesmo à distância. De acordo com pesquisa TIC Domicílios, oito a cada 10 brasileiros, acima dos 10 anos de idade, já contam com o acesso a ela no Brasil. Em números totais, são 152 milhões de pessoas que através da rede mundial de computadores trabalham, estudam, navegam nas redes sociais, fazem compras, exercem a sua cidadania, opinam, participam de fóruns, discussões e grupos de interesses em comum. E praticamente mais nada do que se faz na internet hoje não gera compartilhamento de dados. A caixinha “Li e aceito” até existe, mas a maioria das pessoas não analisa as informações.

De acordo com advogado Bruno Fagile: “o acesso à internet passou a ser imperioso ao exercício da cidadania, como prevê a lei 12.965/2014 (marco Civil da Internet), art. 7º. Por essa razão, a LGPD é de extrema importância e necessidade não apenas para as pessoas, mas também para as pequenas, médias e grandes empresas.

É importante saber que apesar da internet promover liberdade de pensamento, ela não é terra de ninguém. Quem não cumpre as regras está sujeito a multas.

As empresas precisam ser mais claras antes de coletar dados pessoais ao informar de forma transparente e segura o porquê elas querem o acesso à determinada informação. É direito das pessoas o acesso aos seus dados pessoais e porque eles foram utilizados e também pedir atualização, bloqueio, cancelamento, retificação e portabilidade.

Fagile explica: “para que estas atividades sejam efetivas também é importante que o estabelecimento procure por um aconselhamento jurídico, para que entenda todas as normas e saiba passar a informação para seus funcionários.”.

A garantia dos direitos de liberdade, da escolha e privacidade são de cada cidadão, as escolhas devem ser sempre de cada um, acima de tudo preservadas. Cabe às empresas se adequar ao novo modelo de fazer negócios.

Você gostaria de ajuda na escrita ou revisão do seu trabalho? Clique aqui para trabalhar diretamente com os melhores.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

LEITURAS RECOMENDADAS

A importância de um departamento jurídico para startups

Você gostaria de ajuda na escrita ou revisão do seu trabalho? Clique aqui para trabalhar diretamente com os melhores. Vanessa Muglia, CLO e cofundadora da BHub, dá dicas sobre como lidar com aspectos jurídicos e legais fundamentais para o funcionamento