Entenda sobre a importância do marketing jurídico

Os serviços jurídicos são muito importantes para que as pessoas e empresas recorram seus direitos. Já o marketing jurídico é importante para que esses profissionais estejam em contato com seu público-alvo, ajudando a exercer seus direitos e deveres.

No entanto, sabe-se que há algumas restrições quanto à divulgação e marketing de serviços para esses profissionais.

Desse modo, é preciso que ocorra a divulgação dentro dos parâmetros da lei, de forma a trazer orientação respaldo para quem procura por esse tipo de serviço.

É comum que haja muita dúvida sobre como fazer esse marketing por parte dos profissionais, já que existem as restrições. e a internet é um meio que facilita essa divulgação.

Para isso, no entanto, é preciso saber como utilizá-la – tanto para agir com legalidade quanto para ter contato com pessoas interessadas.

Neste artigo nós vamos falar como o marketing digital e o marketing de conteúdo ajudam os advogados a estarem em contato com seu público por meio da internet, fazendo uso dela para promover o seu trabalho e conteúdos.

 

O que é marketing digital?

Antes de nos aprofundarmos no marketing jurídico, é importante falarmos sobre o marketing digital.

Na prática, trata-se de um conjunto de estratégias que uma empresa, profissional ou pessoa coloca em prática de forma on-line.

Ele envolve diversas estratégias como Inbound Marketing, SEO e Marketing de conteúdo. Mas, para a área jurídica, o meio mais viável de marketing digital é o marketing de conteúdo.

 

O que é marketing de conteúdo?

Basicamente, o marketing de conteúdo é uma maneira muito eficiente de profissionais e empresas se engajarem com seu público.

Assim, por meio da publicação de conteúdos relevantes para esse público, as empresas e profissionais atraem e envolvem o público, agregando valor e criando mais percepção para os produtos ou serviços oferecidos.

 

A importância do marketing jurídico para a advocacia

Por conta das restrições éticas e legais da profissão, o profissional jurídico precisa ser estratégico para se destacar no mercado.

Pelo fato de a advocacia não ser uma atividade mercantil, o tipo de marketing permitido a esses profissionais não é o mesmo para outros nichos, como o comercial.

O código de ética determina que a promoção e divulgação do trabalho jurídico devem ser feitas de maneira discreta e moderada, envolvendo apenas o caráter informativo.

Mesmo com as restrições, o marketing jurídico é importante, principalmente para os profissionais que estão começando agora.

Uma das maneiras de fazer isso é por meio do marketing digital e algumas ferramentas que ele oferece, como redes sociais e marketing de conteúdo.

O uso de blogs também é importante, pois é por meio dele que o profissional criará conteúdo relevante e informativo para seu público-alvo.

Nesse cenário é possível que um escritório de advocacia mantenha um perfil em uma rede social. Por meio dela, ele pode criar uma publicação com a seguinte chamada: “Saiba quais são as obrigações de uma empresa de impressão de banner”.

Essa abordagem irá despertar a atenção de pessoas e empresas que façam uso desse tipo de serviço e que pode estar passando por algum tipo de problema.

Ao clicar na publicação, o leitor será levado ao blog do escritório. É neste blog que entrará em ação o marketing de conteúdo.

Isso porque o texto trará as informações pertinentes ao assunto, com um conteúdo que esclareça as principais dúvidas dos leitores. No próprio blog pode haver um link para que o leitor entre em contato em caso de dúvidas.

Quando o advogado ou escritório cria esse tipo de conteúdo, ele passa uma imagem de autonomia e conhecimento sobre o assunto, cativando o público.

Outro exemplo é um escritório voltado aos direitos do consumidor. Neste tipo de trabalho jurídico, é importante a criação de conteúdos que esclareçam as dúvidas dos consumidores.

Infelizmente, no Brasil, a maioria dos consumidores desconhece quais são os direitos ao adquirir um produto.

Nesse contexto, imagine que uma pessoa vai a uma loja de auto peças importadas e compra um item para seu veículo. Depois de um tempo, ela descobre que comprou a peça errada e deseja fazer a troca.

Se a pessoa tiver algum problema ao tentar realizar a troca ou se tiver dúvidas se ainda pode realizá-la, pode recorrer a um blog totalmente voltado aos direitos do consumidor.

Aliás, esse mesmo blog pode servir como um guia para os próprios estabelecimentos comerciais.

Ao trabalhar com o marketing de conteúdo jurídico, os profissionais têm acesso a uma série de vantagens como:

  • Divulgação do trabalho de acordo com a lei;
  • Contato com o público-alvo;
  • Imagem de autonomia;
  • Imagem confiável e de autoridade.

O e-mail marketing é outra ferramenta que pode ser usada pelos profissionais jurídicos. No entanto, essa ferramenta deve ser usada apenas como divulgação de conteúdo e não como mala direta.

Para isso, é importante que o profissional ou escritório estejam atentos à lista de contatos. Afinal, esses e-mails devem ser enviados apenas aos clientes e pessoas que desejam receber os conteúdos.

Além disso, o disparo de e-mails para pessoas desconhecidas é considerado como infração pelo Código de Ética e Disciplina da OAB.

Uma boa dica é a criação de um espaço de perguntas e respostas. Afinal, as pessoas podem acessar o blog ou site para tirar dúvidas simples.

Nesse contexto, podemos usar o exemplo de uma postagem sobre deveres de uma empresa de vigilância patrimonial. Depois de criar um conteúdo relevante e informativo, o profissional pode deixar um espaço para que as pessoas enviem suas dúvidas.

Lembre-se que ao criar esse espaço, é importante que as dúvidas sejam respondidas rapidamente. A demora em enviar uma resposta faz com que o público perca o interesse e acaba prejudicando a imagem da empresa.

Outra sugestão é expandir o nicho de atendimento, dentro de um contexto que sempre está em destaque no ramo jurídico. Para isso, é possível tratar sobre stand de eventos, as obrigações de instalação ou uso, entre outros fatores.

Isso é interessante porque, na prática, o direito do consumidor e o trabalhista são um dos que mais despertam interesse e dúvida por parte de empregados, empresas e clientes.

Desse modo, é possível abordar questões diferentes que vão desde a prestação de serviço em si, o código de consumidor, até questões burocrática, como exames demissionais.

Afinal, cabe ao especialista demonstrar o porquê de esses exames serem obrigatórios quando o funcionário está deixando a empresa.

Trata-se de uma garantia tanto para empregador quanto para o empregado e está prevista em lei. Por isso, é muito comum que as pessoas tenham dúvidas quanto a este e diversos outros procedimentos comuns no ato de contratação ou demissão.

O código de trânsito também é outro assunto que deixa as pessoas cheias de dúvida. Desse modo, o profissional pode criar conteúdos explicativos, com linguagem facilitada e acessível para que as pessoas esclareçam suas dúvidas.

Um assunto que desperta muita dúvida é o laudo de transferência de veículo. Quando o comprador vai adquirir um carro, ele precisa fazer uma vistoria que afirme que o veículo possui condições de rodar.

Somente após o procedimento é possível fazer a transferência do veículo para o nome do novo comprador.

É interessante criar esses conteúdos explicativos porque são dúvidas que as pessoas têm com frequência e servem como um gancho para cativar um futuro cliente, que adquire confiança nos serviços por reconhecer a especialidade do profissional.

Isso porque, todos os dias, milhares de pessoas compram e vendem veículos e precisam estar por dentro dos trâmites legais para isso. Ao criar um conteúdo com esse tipo de assunto, o tráfego no site ou blog do profissional jurídico aumenta.

Consequentemente, aumenta o reconhecimento de seu trabalho, o que ajuda na divulgação.

Desse modo, falar sobre diversos outros assuntos como sinalização vertical de trânsito também é interessante, pois muitas pessoas não sabem do que se trata.

Quando um profissional jurídico oferece essas informações, ele se torna referência e um ponto de segurança para as pessoas.

É importante lembrar que o marketing de conteúdo melhora também a posição de um site nos motores de busca.

Portanto, quanto mais relevante e completo forem as postagens e quanto mais atualizado for o site, mais no topo do ranking ele estará. Também por isso é importante diversificar o assunto, dentro do tipo de trabalhado realizado.

Por exemplo, um escritório ou profissional que tenha como público-alvo pessoas que tenham algum problema com convênios médicos, algo muito corriqueiro, pode criar diversos assuntos que vão além da área jurídica.

Nesse contexto, pode ser abordado, por exemplo, os equipamentos para laboratórios que são obrigatórios para a realização de exames.

Esses conteúdos mantêm as pessoas mais informadas, o que as deixam atentas para recorrer a qualquer problema.

A divulgação dos trabalhos jurídicos é feita de maneira diferente e, apesar de todas restrições, pode ser realizada para que os profissionais sejam mais facilmente encontrados.

Dessa maneira os profissionais estarão sempre atendendo às necessidades de pessoas e instituições, garantindo a eles todos os seus direitos.

 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

 

Município de São Paulo tem nova lei para pessoas…

Publicado em 3 de novembro, texto institui política para garantia de proteção e ampliação dos direitos dessa população; Diana Serpe, especialista no tema, explica...
MariaEduarda
2 min read

No STF, maioria entende pela não incidência de ICMS…

Especialista aponta segurança jurídica com decisão que tributa o licenciamento e cessão de direito de uso de software como serviço, com incidência de ISS...
MariaEduarda
1 min read

Retração do PIB e o aumento da Inadimplência: momento…

As decisões de isolamento social como resposta para conter a pandemia de COVID-19 e a imposição de restrições sobre as atividades de empresas de...
MariaEduarda
3 min read

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *