Saiba como adotar um ERP ao seu escritório de advocacia

Você sabe o que é um ERP e como ele pode ser útil para o funcionamento de um escritório de advocacia?

Levando em consideração o grande número de demandas presentes em um estabelecimento jurídico, é preciso buscar por soluções que tornem a rotina do espaço simples e organizada.

Se uma das metas do proprietário do escritório é fazê-lo crescer e alcançar mais clientes, ir atrás de soluções eficientes se torna indispensável. 

Isso pode ser necessário tanto para um negócio de advocacia quanto para uma empresa fabricante de piso industrial epóxi, justamente porque em ambos os casos é fundamental ter uma atuação interna mais estratégica.

O volume de pedidos, de novos contratos e o suporte aos consumidores dos serviços de uma empresa são apenas alguns dos aspectos que exigem um controle interno eficaz e preciso.

Isso quer dizer que, com o avanço tecnológico e o desejo pelo aumento da capacidade de atendimento de um escritório, é essencial que a empresa busque por uma solução eficiente, como é o caso de um ERP.

Mas você sabe o que é um ERP e quais são as vantagens oferecidas por ele? Se quer conhecer melhor sobre o tema, siga na leitura deste artigo para entender a importância desse sistema.

 

O que é um ERP?

O Enterprise Resource Planning (ERP), em poucas palavras, é um sistema integrado de gestão de empresas. Se você é empresário, certamente já entendeu o que isso pode significar para o seu negócio.

Com uma série de tarefas e setores presentes em um escritório de advocacia, não é preciso conhecer muito sobre o assunto para perceber o quanto o ERP pode trazer benefícios para o local.

O mesmo acontece em uma empresa de telhas trapezoidais, que frequentemente precisa organizar os seus arquivos de compra e venda, assim como de cadastro de clientes e outros documentos relacionados ao financeiro do estabelecimento.

Por isso, mais do que uma ferramenta tecnológica para empresas, o ERP pode ser a solução para que a gestão de um negócio seja feita de modo rápido, integrado e assertivo.

Mesmo para empresas pequenas, o ERP é um sistema fundamental de administração, justamente, porque ele unifica os diferentes setores do negócio e faz com que todas as informações importantes possam ser acessadas em um único local.

Com o intuito de oferecer soluções administrativas e financeiras, o ERP garante muito mais autonomia e facilidades, que podem trazer aumento da produtividade em um escritório de advocacia.

Se para consultar o andamento de um processo era necessário recorrer ao arquivo físico, com o ERP você acessa o conteúdo documental e pode coletar, na tela do seu computador, todas as informações buscadas no momento da consulta.

Isso quer dizer que o software de gestão de empresas vai otimizar cada tarefa jurídica de um escritório, ao mesmo tempo em que ele pode ser utilizado para administrar um estabelecimento de impressão de tags.

Nesse sentido, ele se torna indispensável para quem deseja aumentar a atuação do seu negócio, fazendo com que cada etapa seja simplificada e que ocorra sem prejudicar o funcionamento do local.

 

As vantagens do uso do ERP

Um ERP pode trazer vários benefícios para um escritório de advocacia, graças às ferramentas de gerenciamento e administração.

A primeira vantagem de um ERP é o seu formato personalizável. As empresas especializadas no desenvolvimento do sistema oferecem um software totalmente voltado para as necessidades do estabelecimento.

Ou seja, se o foco é o controle financeiro e a administração do espaço, o ERP é planejado para atender a esses requisitos.

Isso permite que o proprietário consulte todas as informações pertinentes aos gastos, por exemplo, sabendo o quanto é investido mensalmente com a compra de matéria-prima, com os salários dos funcionários, com a ergonomia de correção, etc.

Nesse sentido, é possível dizer que o ERP auxilia no reajuste de custos do estabelecimento, justamente por proporcionar um acesso rápido a eles.

Outro benefício do software de gerenciamento é o acompanhamento de cada processo realizado pelo seu escritório de advocacia.

Além de dispensar a consulta física dos documentos envolvidos, o ERP oferece a visualização e o acesso rápido ao conteúdo presente em cada arquivo dos seus clientes.

Com isso, a organização e a rotina do espaço ganham facilidades, fazendo com que os seus funcionários possam se empenhar em tarefas mais complexas.

Também é possível criar uma modelagem ideal dos documentos utilizados em processos, desenvolvendo tipos específicos de contrato e de outros documentos.

Gerenciar as tarefas do seu escritório é, sem dúvida, um dos grandes benefícios do ERP. Isso porque a agenda de um estabelecimento jurídico precisa ser bem elaborada para que nenhum cliente seja prejudicado.

Nesse sentido, cada um dos compromissos envolvendo os profissionais do seu negócio é visto e modificado rapidamente, permitindo que situações imprevistas possam ser minimizadas no dia a dia da empresa.

Isso quer dizer que um dos seus advogados certamente não esquecerá de comparecer a algum compromisso firmado anteriormente, graças à ajuda do ERP.

Também é válido ressaltar que o software de gestão torna uma empresa mais moderna, acompanhando cada tecnologia referente ao sistema e promovendo a atualização do ERP.

Uma revenda que trabalhe com grampeador tapeceiro e outros itens voltados para a marcenaria, por exemplo, consegue facilmente escolher pelo desenvolvimento de um sistema próprio que o ajude a controlar toda a rotina do seu negócio.

Por isso, antes de optar pela compra de um ERP, é fundamental conhecer os tipos disponíveis, como eles são e as suas vantagens para o negócio.

 

Os tipos de ERP

Apesar de ser um sistema relativamente simples, existem diferentes tipos de ERP. Eles são voltados para variadas estratégias de uso, que podem mudar de acordo com o segmento de uma empresa.

Assim, entre os principais tipos de ERP estão:

  • O engessado;
  • O gratuito;
  • O verticalizado;
  • O idealizado para omnichannel;
  • Entre outros.

 

O ERP engessado

O ERP engessado é aquele com características mais simples, que pode servir facilmente para uma gráfica que faça impressão vinil adesivo e está apenas começando o seu negócio.

O ERP é chamado assim, justamente, pelo seu design e ferramentas básicas, o que quer dizer que esse é o tipo indicado para novos negócios.

A adaptação para um software mais moderno consegue ser feita de modo constante e linear, de acordo com o crescimento do escritório de advocacia.

Por isso, mesmo que o ERP engessado pareça uma opção limitada para uma empresa, ele é perfeitamente utilizável em locais que já sintam a importância de uma ferramenta de gestão e querem migrar aos poucos para novos modelos de ERP.

 

O ERP gratuito

Se uma empresa especializada em envelopamento automotivo azul quer implementar soluções práticas e financeiramente acessíveis para permitir uma automatização da gestão do seu negócio, ela pode recorrer ao ERP gratuito.

Justamente por ser um sistema que não depende de investimento inicial para ser utilizado, o software conta com o benefício de permitir que o proprietário do escritório de advocacia possa testar o uso de um ERP de modo prático e simples.

Mas o escritório não precisa ficar apenas com a versão gratuita, e por isso deve migrar posteriormente para outros tipos de ERP, que possam atender a demanda do local integralmente.

 

O ERP verticalizado

O ERP de tipo verticalizado possui um design mais simples, e foi desenvolvido para facilitar o processo de vendas dentro de lojas de varejo e estabelecimentos com franquias.

Isso quer dizer que entre as principais funcionalidades do software estarão os registros de compra de uma cadeira executiva lisa, as promoções referentes ao produto, assim como a possibilidade de administrar comissões de vendas e outros detalhes.

 

O ERP idealizado para omnichannel

Um dos tipos mais completos de ERP é o idealizado para omnichannel, justamente porque ele facilita a integração de diferentes plataformas presentes no escritório de advocacia, possibilitando uma gestão bastante ampla.

Sendo assim, se o estabelecimento possui um site próprio e um aplicativo, por exemplo, é possível unificar as informações dos dois elementos em um só.

Desse modo, toda a rotina do espaço é visualizada pelo ERP, que vai comportar desde o cadastramento de novos clientes, até a consulta de processos e o gerenciamento administrativo e financeiro do escritório.

Com essas possibilidades, cada setor da empresa consegue ser facilmente acessado, valorizando a tecnologia de integração de informações essenciais presentes em cada processo e em cada uma das negociações com os seus clientes.

Por isso, mais do que um software para registro de gastos, o ERP idealizado para omnichannel é uma ferramenta completa em termos estruturais, pois oferece meios de gerenciar diferentes setores do escritório sem comprometer a qualidade dos dados.

Para escolher entre os tipos de ERP abordados neste artigo, você deve saber quais são as necessidades atuais do seu estabelecimento jurídico, de modo que a opção selecionada possa atender aos requisitos do local. 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Esse conteúdo ajudou você? Está precisando comprar um livro?  Clique AQUI e vá direto para Livraria do Âmbito Jurídico!

Ausência de leito para todos e a escolha sobre…

Por Fernando Bianchi, Sócio Miglioli e Bianchi Advogados, Especialista em Direito da Saúde – Universidade de Coimbra – PT, Membro da Comissão de Direito...
MariaEduarda
3 min read

Para que serve o pacto antenupcial?

Conheça a importância do documento e o que ele abrange O casamento é uma decisão importantíssima, que pode mudar sua rotina e questões com...
MariaEduarda
1 min read

Com aumento do ITCMD todas as transmissões por sucessão…

Estratégias com reorganização patrimonial, como Planejamento Sucessório, podem mitigar os custos com aumento de impostos, inclusive a incidência do Imposto sobre Grandes Fortunas que...
MariaEduarda
1 min read

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *