Ação de Inventário Por Arrolamento – Plano de Partilha Amigável

0

EXCELENTÍSSIMO(A) SENHOR(A) DOUTOR(A) JUIZ DE DIREITO DA ___ VARA CÍVEL DA COMARCA DE ___________________

 

                 (NOME DO AUTOR), (nacionalidade), (estado civil), (profissão), inscrito no CPF sob nº (nº do CPF) e portador do RG nº (nº do RG), residente e domiciliado à (endereço completo, com cidade, estado e CEP), com endereço eletrônico (e-mail) e telefone (nº do telefone), por intermédio do seu advogado, (nome do advogado), inscrito na OAB/(UF) sob n° (nº da OAB), com domicílio profissional na cidade de (nome da Cidade), (endereço completo), que recebe intimações pelo e-mail (e-mail do advogado) e telefone (telefone do advogado), vem respeitosamente perante Vossa Excelência, propor a presente

 

                AÇÃO DE ARROLAMENTO, em face dos bens deixados por “DE CUJUS” (INSERIR O NOME DA PESSOA FALECIDA), com fulcro no artigo 664 do Código de Processo Civil, conforme passa a expor:

 

Você está precisando de um documento como este e quer ele PRONTO em menos de 2 minutos? Clique AQUI e saiba mais!

 

               DO ARROLAMENTO

               Conforme define o artigo 664 do Código de Processo Civil, quando o valor dos bens do espólio for igual ou inferior a 1.000 (mil) salários-mínimos, o inventário processar-se-á na forma de arrolamento, cabendo ao inventariante nomeado, independentemente de assinatura de termo de compromisso, apresentar, com suas declarações, a atribuição de valor aos bens do espólio e o plano da partilha, que é o que ora se pretende.

                Outrossim, grifa o artigo que o inventário processar-se-á na forma de arrolamento, ainda que haja interessado incapaz, desde que concordem todas as partes e o Ministério Público.

              No caso em tela, os bens do espólio não atingem o limite legal, bem como não possui os herdeiros qualquer conflito no tocante a partilha dos bens deixados pelo De Cujos, estando o feito legitimado para tramitar na forma de arrolamento.

 

              DO AUTOR DA HERANÇA

              Trata-se de arrolamentos dos bens deixados por (inserir o nome da pessoa falecida), (nacionalidade), que portava o RG de nº (inserir o nº do RG) e o CPF de nº (inserir o nº do CPF), que teve como último domicílio (inserir o endereço completo do último domicílio da pessoa falecida), casado pelo Regime (inserir o Regime de Bens) com (inserir o nome do cônjuge sobrevivente), cujo falecimento ocorreu em (inserir data do óbito), conforme faz prova o atestado de óbito em acoste.

             Importa mencionar que o “De Cujus” não deixou testamento ou qualquer disposição de última vontade similar.

 

Você está precisando de um documento como este e quer ele PRONTO em menos de 2 minutos? Clique AQUI e saiba mais!

 

             DO INVENTARIANTE

             Nos termos do artigo 617 do Código de Processo Civil, requer-se a nomeação (inserir a qualificação do inventariante, se trata-se do cônjuge meeira ou algum herdeiro, por exemplo), devendo ser intimado para que preste compromisso, nos termos da Lei.

 

             DO (CÔNJUGE/COMPANHEIRO) SOBREVIVENTE

             (Qualificar o cônjuge/companheiro sobrevivente, se houver, indicando a forma da união com a pessoa falecida, bem como a data em que se deu o casamento/união estável).

            DOS HERDEIROS

           (Qualificar cada um dos herdeiros, indicando também a qualificação de seus cônjuges/companheiros, se for o caso)

           I –

           II –

           III –

 

           DOS BENS

           O espólio é constituído dos seguintes bens:

           (Descrever, de forma minuciosa, os bens de todas as espécies, deixados pela pessoa falecida, indicando após cada indicação, o valor de sua avaliação).

            Assim, o valor total dos bens do espólio é de R$ (inserir o total correspondente aos bens do espólio), sendo o montante correspondente a meação de R$ (inserir o valor total correspondente a meação).1

 

Você está precisando de um documento como este e quer ele PRONTO em menos de 2 minutos? Clique AQUI e saiba mais!

 

           DAS DÍVIDAS

           No tocante as dívidas, (descrever eventuais dívidas deixadas pela pessoa falecida, se for o caso).2

 

            DOS TRIBUTOS E IMPOSTOS CAUSA MORTIS

            Conforme fazem prova as certidões negativas de débitos fornecidas pela Fazenda Pública da União, do Estado e dos Municípios, em anexo, encontram-se quitados todos os tributos.

            Igualmente, restou quitado o imposto “causa mortis”, consoante corroborado pela guia em acoste.

            DO PLANO DE PARTILHA

            (Fazer a repartição dos bens, descrevendo, um a um, a qualificação do herdeiro, a fração do quinhão corresponde do monte e o bem correspondente, apontando, por fim, o valor total da herança).

 

            DOS PEDIDOS

            Pelo exposto, requer a nomeação (inserir o nome do inventariante), na qualidade de (inserir se é herdeiro, cônjuge meeira etc), para atuar como inventariante, independente de compromisso, na medida em que se encontra na posse e administração dos bens do “De Cujus”.

            Ainda, requer a homologação do plano de partilha, nos moldes ora propostos, expedindo-se, após o seu transito em julgado, o respectivo formal e os alvarás que se fizerem necessários, em conformidade com o artigo 659 do Código de Processo Civil.

           Requer-se também a intimação do Ministério Público.

 

Você está precisando de um documento como este e quer ele PRONTO em menos de 2 minutos? Clique AQUI e saiba mais!

 

           Dá-se a causa, para efeitos fiscais e legais, o valor de R$ ____ (escrever o valor por extenso).

 

          Termos em que, pede e espera deferimento.

.

(cidade), (data)

___________________________________

Nome do advogado(a) por extenso

(nº da OAB)/(UF da OAB)

1 Artigo 660, inciso III, do CPC.

2 Se não existirem dívidas, basta que se insira: “Não foram deixadas pelo De Cujus dívidas ativas ou passivas, conforme fazem prova as declarações ora acostadas”.

Você quer atrair muitos clientes para o seu escritório e ganhar mais dinheiro?
Clique AQUI e participe gratuitamente da Semana do Marketing Jurídico!
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Leia Mais Aceitar Leia mais