Como as empresas podem se preparar para a retomada depois do coronavírus

Fundadores da Caravela Capital contam o que empreendedores devem fazer para amenizar os efeitos pós-pandemia

Ainda não há uma previsão para o fim do isolamento social e a volta para um “novo” normal no País, depois da crise causada pela Covid-19. O momento, agora, é de planejamento e preparação para a futura estabilização. Para ajudar as empresas nesse processo, a Caravela Capital, fundo de venture capital com foco em startups tecnológicas early stage, tem realizado mentorias, em que seus fundadores dão dicas importantes para que os negócios estejam prontos para a retomada pós-pandemia.

Atenção ao caixa é fundamental, segundo os executivos. “É necessário criar um plano de contingência, cortar custos e aumentar o runway, porque ninguém sabe quando tudo isso vai passar”, afirma Lucas de Lima, cofundador da venture. “Cada segmento tem suas especificidades e, dentro de cada segmento, cada empresa é única. Por isso, não temos uma regra, mas é preciso enxugar o máximo a operação. Para as empresas em que as vendas não estão na mesma velocidade e frequência, por exemplo, vale a pena segurar gastos com marketing e publicidade, para que, depois, possa entrar com mais força.”

Para Lucas, ampliação de times que não sejam de extrema importância, contratação de ferramentas supérfluas (principalmente as que são cobradas em dólar) ou investimentos que não sejam urgentes devem esperar.

Outro cofundador da Caravela, Frederico Gesser, destaca a questão dos investimentos de fundos de capital nesse momento. “Os investidores continuam ativos, mas estão mais seletivos e cautelosos, o que resulta em uma janela de liquidez menor. Isso pode fazer com que as empresas não consigam levantar capital ou vão levantar em condições não favoráveis, seja em montante ou valuation. Por isso, é primordial cortar custos e aumentar a duração do caixa da empresa até que essa janela de liquidez se abra novamente.”

Foco na retenção do cliente é outro ponto importante em um período como esse. “Não é o momento, por exemplo, para as empresas desenvolverem um produto novo, porque isso demanda tempo e foco dos founders. O foco agora é manter a base de cliente e controlar o churn (taxa de cancelamento do serviço)”, aconselha Frederico Guesser, cofundador da Caravela Capital. “Também é importante observar os setores que estão mais ativos por causa da Covid-19, como telemedicina, e-commerce, delivery e avaliar se podem ser potenciais consumidores do seu produto ou serviço.”

Sobre Frederico Guesser Pereyra

Frederico Guesser Pereyra é formado em Administração pela FGV-SP. Atuou em corretoras de valores, fundos de investimento diversos, fundos de private equity, até se tornar sócio da Caravela Capital, em 2019. Lidera a análise de investimentos em startups e integra o conselho que administra as startups que fazem parte do fundo administrado pela empresa.

Sobre Lucas de Lima

Lucas de Lima é managing partner e cofundador da Caravela Capital. Antes, foi Partner no Graboski Advogados, escritório de advocacia com mais de 50 profissionais. Ele é especialista em corporate law, com foco em M&A e Venture Capital. Lucas começou a sua carreira no mercado financeiro trabalhando na CWB Capital, uma boutique de M&A e participou da criação do Curitiba Angels, o grupo de investidores anjos mais importante do sul do Brasil. Investiu em oito startups e teve exit em duas delas: o James Delivery (que foi vendido para o GPA) e a Contabilizei, na qual ele teve uma exit parcial num round de Série B, liderado pelo fundo Point72. Lucas tem master em negócios internacionais, pela Hult International Business School of London, curso Venture Capital Unlocked pela Stanford University e é formado em Direito pela Universidade Positivo.

Sobre Caravela Capital

A Caravela Capital é um fundo de investimento com foco em empresas early stage. Fundada em Curitiba (PR), seu foco é em startups inseridas em grandes mercados e com alto potencial de escalabilidade. Com R$75 milhões disponíveis para aporte, a Caravela Capital também oferece um trabalho completo em mentoria e follow on de suas empresas investidas, fomentando o crescimento de mais unicórnios no país.

Quer ficar atualizado das principais notícias da semana? Clique aqui para receber atualizações no seu e-mail!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

LEITURAS RECOMENDADAS

Como saber se uma pessoa responde a processo criminal?

Quer fazer cursos gratuitos na área do Direito? Clique aqui e receba atualizações sobre cursos e eventos gratuitos com especialistas em Direito no Brasil! Em geral, os processos criminais são públicos, isto é, qualquer pessoa pode consultá-los, através dos nomes

Como hipotecar um imóvel? Venha descobrir!

Quer ficar atualizado das principais notícias da semana? Clique aqui para receber atualizações no seu e-mail! Ao hipotecar um imóvel, você pode continuar morando nele normalmente. Hipotecar um imóvel não é tão comum no Brasil quanto é nos Estados Unidos.