Especialista fala sobre RN 18/2017 em Brasília

O advogado Luiz Henrique de Oliveira, especialista em Direito Marítimo e Portuário, participou da Audiência Pública realizada pela  Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq)  que tratou sobre a alteração (Resolução Normativa nº 18/2017) sobre os direitos e deveres dos usuários, dos agentes intermediários e das empresas que operam nas navegações de apoio marítimo e portuário, cabotagem e longo curso. O evento aconteceu em Brasília.
Luiz Henrique de Oliveira representou a  Asia Shipping no evento. Ele ressaltou a importância da resolução se adequar à nova Lei de Liberdade Econômica recentemente sancionada pelo presidente Jair Bolsonaro. “A lei estabelece proteção à livre inciativa e ao livre exercício da atividade econômica e a RN 18/2017 da Antaq não poderia violar as condições da liberdade econômica”, disse o especialista.
Oliveira ressaltou a necessidade de uma harmonização entre a RN e a lei. Ele citou ainda outras impropriedades técnicas como a impossibilidade de jurídica de retenção do documento de conhecimento de embarque. ““De acordo com o artigo 578 do Código Comercial Brasileiro, o documento deve ser assinado e entregue no prazo de 24 horas após a embarque das mercadorias, não cabendo ao transportador reter as vias originais do conhecimento, mas apenas reter as mercadorias na hipótese de pagamento do frete ou contribuição para avaria grossa (art 7 do Dec 116/67)”, disse.
Mário Povia, diretor-geral da ANTAQ,  declarou que há uma visível aceitação das partes em relação à RN. Povia manifestou que o normativo não é para interferir nas questões comerciais, mas para “criar um ambiente de previsibilidade e transparência aos contratos do setor. A norma busca harmonizar as relações entre prestadores de serviços e contratantes e coibir casos em que houver abuso. A Agência não quer, de forma alguma, interferir em questões comerciais”, disse.

Além da Asia Shipping., compareceram ao evento a Centronave, Aliança Navegação Logística, Usuport, Petrobras, Fenamar, MSC-ABDM, One, Sepetiba Tecon e Vale S.A.

Autor:  Glauco Braga (13-981777187)

Existe a necessidade de contrato específico que vincule a…

No dia 07 de novembro, foi publicada no Diário Oficial da União a Solução de Consulta que tratou dos procedimentos formais para configuração da...
MariaEduarda
2 min read

O fim da prática delituosa da exigência de cheque…

É de conhecimento geral que os hospitais particulares usam do expediente de obrigarem o acompanhante ou o próprio paciente a emitir cheque caução (em...
MariaEduarda
2 min read

Novos rumos para o adicional de periculosidade com a…

Imagine que você resida em um apartamento há cerca de 5 anos. Repentinamente, você recebe uma notícia de que foi identificada uma irregularidade estrutural...
MariaEduarda
2 min read

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *