Evento reúne startups e especialistas para debater a inovação no Direito

Você gostaria de escrever e publicar no Âmbito Jurídico? Clique aqui para se cadastrar.

Deep Legal participa do LawTech Innovation Day e apresenta soluções de Legal Analytics e Jurimetria para empresas

Com foco nos impactos da tecnologia no mercado jurídico brasileiro, será realizado em 29 de junho o LawTech Innovation Day, evento que reunirá especialistas das principais legaltechs do Brasil e advogados para debater a inovação no Direito. Uma das startups já confirmadas é a Deep Legal, lawtech especializada em inteligência e gestão preditiva, que levará ao evento todo o seu portfólio de soluções de Jurimetria e Legal Analytics.

“Será um importante momento para demonstrarmos a transformação digital pela qual estamos passando. A área de legaltechs se desenvolveu muito durante a pandemia e agora, com a retomada econômica, há boas perspectivas para que mais empresas e advogados passem a utilizar a tecnologia a seu favor”, explica Vanessa Louzada, CEO da Deep Legal.

Segundo dados da Associação Brasileira de Lawtechs (AB2L), o setor vem crescendo exponencialmente nos últimos anos. Criada em 2017, a Associação reunia 20 lawtechs e legaltechs e, atualmente, conta com mais de 600 associados em todo o Brasil.

Para Vanessa Louzada, o ecossistema de inovação deve seguir em alta nos próximos anos, ampliando o acesso dos profissionais de direito às soluções disponíveis no mercado. “As empresas de tecnologia estão lançando novas soluções mês a mês, o que contribui para a transição completa do setor para o digital e também para o desenvolvimento da maturidade analítica dos operadores jurídicos. Hoje tem dezenas de cursos gratuitos on-line à disposição da comunidade jurídica”.

Palestra irá abordar advocacia data-driven

VanessaVanessa Louzada será uma das palestrantes do evento e vai falar sobre a advocacia baseada em dados. “A transformação digital no Direito é uma realidade e os profissionais que melhor se adaptarem vão se destacar no mercado. É algo que exige uma mudança de mindset do advogado, a partir de introdução de metodologias ágeis, inovação, aproximação com outras áreas e isso deve ser incentivado desde a universidade”, destaca.

Empreendedora por natureza, Vanessa Louzada é CEO da Deep Legal e tem 19 anos de experiência em gestão jurídica. Formada em Direito e Psicologia, é especialista em Processo Civil e Mestre em Direitos Difusos pela PUC-SP. Tem formação complementar em liderança (FGV), inovação e estruturação de projetos (USP) e inteligência analítica pela Rollins College (EUA). Autora de artigos e livros jurídicos, palestrante e estrategista em criação de produtos.

Serviço: LawTech Innovation Day

Data: 29 de junho, das 09h às 19h

Local: Expo Center Norte SP (Rua José Bernardo Pinto, 333 – Vila Guilherme – São Paulo)

Informações e inscrições: https://www.startse.com/lawtech-innovation-day/

Sobre a Deep Legal 

A Deep Legal é uma Lawtech de inteligência e gestão preditiva. Utiliza sofisticadas técnicas estatísticas e avançadas tecnologias como ferramentas de Big Data, Machine Learning e Inteligência Artificial para coletar dados, normalizá-los e transformá-los em informação consistente a fim de criar uma nova experiência aos profissionais jurídicos na otimização do seu trabalho de modo que possam informar, monitorar, comparar e predizer carteiras de ações judiciais. São soluções direcionadas à gestão corporativa de empresas e escritórios jurídicos que possuem volume judicial. A Deep Legal ajuda a decodificar “dados” em insights estruturados e relevantes que se transformam em decisões estratégicas, inteligentes com geração de valor para o seu negócio. https://www.deeplegal.com.br/

Você gostaria de escrever e publicar no Âmbito Jurídico? Clique aqui para se cadastrar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

LEITURAS RECOMENDADAS

A retenção de passaportes e os meios atípicos de execução

Você gostaria de escrever e publicar no Âmbito Jurídico? Clique aqui para se cadastrar. Atualmente, muito se discute sobre as medidas atípicas adotadas pelo Poder Judiciário com o objetivo de dar maior efetividade ao processo de execução por meio do

Dicas para fazer uma boa gestão de contratos

Você gostaria de escrever e publicar no Âmbito Jurídico? Clique aqui para se cadastrar. A gestão de contratos é o processo de gerenciamento que envolve a execução e a análise de contratos, a fim de maximizar o desempenho operacional e