Como se defender judicialmente com falhas na viagem?

0

Um dos principais receios de viajar é que diferentes componentes podem não correr tão bem como esperado. Desde problemas com “check in”, atrasos ou cancelamentos nas viagens ou até mesmo desmarcações ou overbooking nos hotéis, tudo isso são componentes que poderão afetar negativamente sua viagem. Por isso mesmo, é crucial entender como se proteger judicialmente, em caso de potenciais complicações.

Felizmente, e ao contrário do que se possa pensar, é sim possível lutar por seus direitos, mesmo que os voos se acabam atrasando. Em empresas de excelência, como no caso da AirHelp, terá acesso a um acompanhamento judicial que fará questão de garantir reembolso de passagem área ou até mesmo de indenização, em caso de atrasos prolongados ou cancelamentos. Tudo para que possa ter o melhor acompanhamento em situações de alto estress e dúvidas.

Somando a isso, existem as próprias organizações de regulamentação do mercado que garantem que seus direitos tenham que ser cumpridos. Tal inclui companhias áreas que poderão ser nacionais, mas também internacionais. Desse jeito, em caso de injustiça ou falha prejudicial em sua viagem, deverá sir avançar para uma reclamação ou até mesmo processo judicial.

 

Em caso de disputa, qual é a melhor solução?

Como se poderá perceber, um pouco como acontece com outro tipo de processos relacionados até com outros setores, o cliente, se sentir lesado, terá uma série de procedimentos para lutar por seus direitos. Assim sendo, no caso da aviação, mas também em hotéis, restaurante, entre outros, poderá sempre solicitar o livro de reclamações. Saiba que, ao realizar esse procedimento, as empresas estarão obrigadas, legalmente, a terem que responder com o máximo de brevidade.

Para além disso, em casos mais grave ou até potencialmente criminosos, poderá sempre chamar as autoridades competentes locais. Todos esses passos são muito importantes, pois relatórios policias ou no livro de reclamações poderão contribuir para um processo mais transparente e breve, em caso de disputa judicial.

Ora, se, após esse primeiro contato, sentir que ainda não se encontrou uma solução para o problema, poderá sempre avançar para as vias judiciais. Como avançado, empresas conceituadas internacionalmente, como a AirHelp, presente em múltiplos países, tem uma equipe de advogados e de aconselhamento judicial totalmente especializada nesse tipo de conflitos entre agências de viagens, hóteis, restante, entre muitos outros. Com essa opção, será guiado, não tendo que ter tantas preocupações.

 

Saiba como exigir indenizações ou contrapartidas

Em muitos dos casos, no que toca a problemas com sua viagem de avião, as próprias empresas tomam a iniciativa de reembolsar sua passagem área ou até mesmo de pagar suas despesas com hotéis ou até refeições. Porém, se os atrasos passaram um certo período, você poderá ter acesso a muito mais do que apenas essas contrapartidas. Por isso é que um apoio judicial qualificado poderá ser uma das melhores medidas a tomar.

Tenha em conta que, ao estar pagando por um serviço, deverá exigir que ele seja entregue com o máximo de profissionalismo e exatidão. Caso contrário, está previsto em lei que possa recorrer por via judicial a compensações ou indenizações, por o tal serviço não ter sido entregue como prometido. Com esse conhecimento, terá viagens mais seguras e protegidas.

 

Você quer atrair muitos clientes para o seu escritório e ganhar mais dinheiro?
Clique AQUI e participe gratuitamente da Semana do Marketing Jurídico!
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Leia Mais Aceitar Leia mais