Personalidades do esporte com formação acadêmica em Direito

0

Ao redor do mundo, não são muitos os esportistas de alto nível que contam com formação acadêmica. A exceção geralmente acontece nos Estados Unidos, pois o sistema de draft (porta de entrada dos atletas) das ligas profissionais estadunidenses praticamente obriga a passagem pela universidade.

Quando o esportista consegue o seu diploma, geralmente ele é obtido através da área esportiva, seja com marketing, educação física ou medicina. No entanto, há exceções e figuras do esporte com ligação estreita com o Direito.

Em uma lista eclética em variedades esportivas, confira abaixo quem são as figuras do esporte com formação acadêmica em Direito.

  • Slaven Bilić — futebol

O esporte é um fenômeno social e nenhuma modalidade traduz tão bem isso como o futebol. Na bola redonda, há algumas personalidades importantes que são apaixonadas pela advocacia e Slaven Bilić é uma das principais.

Nome muito conhecido no futebol inglês, Bilić foi jogador profissional durante 22 anos. Defensor, ele atuou na Premier League entre 1996 a 1999. Bilić tem diploma de Direito na Universidade de Split, na Croácia – ele concluiu o curso enquanto estava nos primeiros anos como jogador profissional.

Após pendurar as chuteiras, o croata se tornou um treinador respeitado em seu país. Treinou a seleção croata por seis anos (2006-2012), apesar de não ter qualificado o time à Copa do Mundo. Com passagens por clubes tradicionais da Europa, seu melhor trabalho aconteceu na Premier League comandando o West Ham (2015-2017).

No tempo em que conduziu o West Ham, Bilić contou com forte apoio financeiro de grandes empresas que ainda seguem apoiando o time de Londres — como o site de apostas online Betway Esportes e a marca de artigos esportivos Umbro, que são os principais patrocinadores dos Hammers.

Com um grupo de jogadores qualificados, Bilić foi capaz de conduzir o time na Europa League por duas temporadas consecutivas e muitos dos atletas que estão no elenco atual foram indicações do treinador croata. Além disso, vale ressaltar que, antes dele comandar o elenco, a última vez que o West Ham tinha disputado uma competição continental havia sido em 2006.

  • Steve Young — futebol americano

Um dos grandes nomes do futebol americano durante as décadas de 1980 e 1990, Steve Young marcou época como um atleta vencedor. Na posição de quarterback, ele conquistou três títulos do Super Bowl, a final da NFL, todos com a camisa do San Francisco 49ers.

Enquanto profissional, Young foi selecionado para o Jogo das Estrelas da NFL em sete ocasiões consecutivas, além de ter sido eleito o melhor jogador da liga em duas temporadas (1992 e 1994).

Seu legado é tão grande que o especialista em NFL, Elliot Harrison, coloca Young como o 15º melhor quarterback de todos os tempos.

Após se aposentar da NFL, fato que ocorreu em 1999, Young resolveu mergulhar nos estudos e se formou em Direito na Brigham Young University — conhecida pela sigla BYU.

Hoje, Young trabalha como um dos diretores da empresa de investimentos HGGC, uma das maiores do ramo.

  • Chris Carr — futebol americano

Outra personalidade do futebol americano, Chris Carr não teve tanto sucesso como Young nos campos da NFL, mas conseguiu uma carreira sólida com oito anos de atividade na liga.

Defensor, ele atuou por várias equipes e teve mais destaque entre 2009 a 2011, como membro do Baltimore Ravens — período em que o time chegou aos playoffs duas vezes seguidas.

Após se aposentar (2013), Carr dedicou todos os seus esforços na carreira de advogado e conseguiu o diploma quatro anos depois, ao se formar na George Washington University Law School.

Enquanto estava na NFL, Carr já mirava a carreira como advogado. “Eu nunca tive dúvida sobre a minha profissão pós-futebol americano”, disse o ex-jogador, em entrevista ao jornal The Washington Post. Nos dias atuais, Carr trabalha como advogado na Zeman and Petterson e pretende exercer a função até se aposentar.

  • Ricardo Berna — futebol

Diferente de muitos dos jogadores citados acima, que se formaram em Direito antes ou depois da carreira como esportista, o ex-goleiro Ricardo Berna obteve o diploma enquanto ainda jogava.

No fim dos anos 2000, quando já era goleiro do Fluminense, Ricardo ingressou na faculdade. “Sempre quis voltar a estudar, mas esperava acertar um contrato que me desse estabilidade em um lugar. Cheguei ao Fluminense, acertei por um período de um ano e depois renovei por mais três. Era o que eu estava precisando e fui logo procurar uma faculdade”, disse o jogador, em declaração ao site globoesporte.com.

Com dois diplomas em casa, Ricardo é graduado em Educação Física pela Universidade Estácio de Sá e em Gestão, Marketing e Direito no Esporte pela Fundação Getúlio Vargas.

Um dos poucos esportistas com formação acadêmica em Direito no Esporte, o ex-goleiro atualmente trabalha como membro do Sindicato dos Atletas de Futebol do Município de São Paulo (SIAFMSP).

Berna também auxiliou o movimento Bom Senso FC, grupo movido por personalidades do futebol que cuidava dos interesse dos atletas, como direito de arena e imagem, fair play financeiro e muito mais.

  • Mario Ančić — tênis

 

Para encerrar a lista, o ex-tenista Mario Ančić, que chegou a ser um dos melhores jogadores do mundo quando em 2006 ocupou a 7ª posição do ranking mundial.

No entanto, uma trajetória cheia de lesões impediu uma carreira longeva do croata — aposentou em 2011, quando tinha apenas 26 anos.

Assim como Berna, Ančić deu continuidade aos estudos enquanto ainda jogava. Entre 2002 a 2008, período em que disputava torneios de tênis durante o ano todo, ele era estudante de Direito na Universidade de Split.

Em 2008, Ančić conseguiu o seu diploma e passou a praticar a profissão quando se aposentou das quadras. Anos mais tarde, o croata intensificou os estudos e obteve mestrado na conceituada Columbia Law School.

Além do histórico na área da advocacia, Ančić também tem experiência como investidor e já trabalhou no banco Credit Suisse.

 

Outros ex-atletas com formação acadêmica em Direito

A lista vai além dos cinco citados acima. Entre outros ex-atletas formados em Direito que merecem menção, destaque para Shannon Miller (ginasta e medalhista de ouro nos Jogos Olímpicos), Tony La Russa (beisebol) e Chris Collinsworth (futebol americano).

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Leia Mais Aceitar Leia mais