A essência é essencial


Muitas técnicas de administração, planejamento, organização, método, tempo, marketing são excelentes, contudo em algumas empresas simplesmente não funcionam.


Os empresários entendem que as técnicas são ruins ou quem as aplica não sabe, ou ainda, que a equipe não está pronta.


Nem sempre a resposta é tão simples.


Quando pensamos em ter uma empresa, criamos estrutura, contratamos pessoas, organizamos o negócio e saimos a caça de clientes, tudo faz parte de um sonho maravilhoso que muitos anos depois de existência, muitas vezes o empresário sequer relembra qual foi.


Este sonho que motivou o início de tudo tem muito da essência daquele que o sonhou e viveu.


Uma essência que não pode ser negada ou negligenciada.


Sempre afirmo aos meus clientes:


“Podemos implantar a melhor técnica para o crescimento do teu negócio, contudo, se não preservarmos a tua essência, nada disto terá sentido”. Gustavo Rocha


Mas que essência é esta?


Nada mais nada menos que o sonho inicial, que a forma de agir dos sócios.


Se os sócios são mais carinhosos com os funcionários, perder isto é perder a identidade da empresa.


Se os sócios lidam de maneira a investir somente naquilo que tem absoluta certeza, sem nenhum tipo de risco, vamos investir desta forma.


Se os sócios tem sonhos ainda a serem realizados, vamos ter tempo para ouvir e quem sabe realizar.


Não basta profissionalizar a empresa. É fundamental ter identidade. É imperioso ser único.


Compare as empresas que você conhece do mesmo ramo. Analise clientes de cada uma delas. Cada cliente dirá o porque compra numa e não na outra. Nem sempre é o preço o fator determinante. Faz diferença o treinamento do vendedor, ou seja, seu atendimento. Faz diferença o marketing, mais voltado aos negócios ou ao carinho. Faz diferença o tipo de marca que se vende dentro do estabelecimento.


Faz diferença, porque transforma uma empresa do mesmo ramo, com o mesmo tipo de produto em única.


No ramo de serviços ocorre o mesmo.


O líder –  seja o sócio, gerente ou diretor – irá transmitir aos seus colaboradores as ordens da maneira que ele vê o mundo. Ou seja, com a sua essência.


Esta essência será sentida pelo tomador do serviço que irá comparar com a sua própria essência e dizer se aceita como válida ou não.


Confiamos naqueles que se parecem conosco, pensam como nós.


Não mude sua essência pelas regras do universo corporativo. Aplique as técnicas corporativas junto com a sua essência, com o seu ser. Mantenha a identidade do seu negócio.


Afinal,


A essência é essencial.



Informações Sobre o Autor

Gustavo Rocha


O papel democratizante da publicidade na advocacia

Resumo: A advocacia, uma profissão tão antiga quanto a própria história da humanidade, enfrenta obstáculos para assimilar institutos modernos da publicidade, principalmente por serem...
AmbitoJuridicoOld
65 min read

Advocacia moderna e planejamento estratégico

Resumo: Este artigo tem o escopo de convocar os profissionais da área para que reflitam a respeito do planejamento estratégico, expansão e melhorias nas...
AmbitoJuridicoOld
5 min read

Marketing jurídico

Resumo: O presente artigo científico é fruto de pesquisa realizada em escritórios de advocacia com o intuito de observar como utilizam as ferramentas de...
AmbitoJuridicoOld
20 min read

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *